Às vezes eu preciso faltar de aula, ou desmarcar um compromisso. Às vezes eu preciso esperar o próximo ônibus, ou não sair da sala no intervalo. Às vezes eu preciso trocar de roupa até que seja a certa, ou repetir a mesma blusa até todo mundo se cansar. Às vezes eu preciso fazer coisas que não parecem ter sentido para nenhuma pessoa além de mim, e fico com medo de não ser entendida, mas preciso me cuidar. E aí uma amiga minha, que sempre está…Continue a ler “Não se sinta culpada!”